Eu nasci de novo - Parte 1

agosto 23, 2019
nasci de novo em Cristo

 Fui criada em um lar evangélico. Desde pequena era levada à igreja, participava do grupo de louvor infantil, ia para a Escola Bíblica Dominical. Depois, fui me afastando aos poucos disso. Quis criar asas e voar sozinha. Comecei a duvidar do que tinha aprendido quando era criança e resolvi que queria mesmo era viver minha vida sem os padrões estabelecidos na Bíblia.
 Então, um belo dia voltei para a igreja. Amei as pessoas de lá (como os amo e admiro até hoje), reacendi a fé, me integrei no grupo dos jovens (eu tinha 17 anos ainda, mas sempre quis só ser a adulta, não é? Haha) e, até mesmo, me batizei. Foi lindo! Mas, me desanimei e acabei me afastando de novo.
 Desse dia em diante, decidi que não voltaria mais para a igreja. Cansei de estar indo e voltando, como se fosse brincadeira, porque não é. Continuei sempre acreditando em Deus e orando. Mas na minha cabecinha ingênua e iludida, essa "coisa" de religião não era para mim. Concluí que sou uma boa pessoa dentro e fora da igreja e que posso falar com Deus de qualquer lugar, sem precisar de um templo para isso.
 Mas, um belo dia de domingo estava eu em casa e fiquei muito incomodada para ir a uma igreja que havia descoberto aqui no meu bairro. Olhei o Instagram dela, procurei no Google. E, mesmo pensando em fazer outras coisas, aquele incômodo no meu coração, me fez ir lá. Me arrumei, peguei a bíblia e saí.
 Chegando no portão do meu prédio, fui colocar o celular dentro da bíblia para ele não ficar à mostra no meio da rua. Enquanto isso, ia pedindo a Deus para me proteger de todo mal no caminho, como sempre peço. 
 Então, ao abrir a bíblia me deparei com um bilhetinho de uma missionária da igreja em que havia me batizado. Eu não abria a bíblia direito a tanto tempo que esse bilhete estava lá há, pelos menos, um ano e meio. E ele dizia assim: "O Senhor é contigo por onde quer que andares". Foi como um recado. Uma resposta à minha oração. E me senti muito feliz ao encontrar essas palavras. Começando a confirmar que Deus me queria de volta pertinho dEle.
 Cheguei na igreja e a confirmação continuou a vir. Um lugar simples, mas aconchegante. Os hinos do grupo de louvor eram os que eu estava cantando sozinha em casa. Aquilo me envolveu. Durante a pregação da Palavra, o pregador cantou o hino "Coração igual ao Teu". E ali foi a confirmação final, porque esse hino estava no meu coração naquele dia.
 Enfim, resolvi deixar de lado essa história de que religião não leva ninguém a nada e entreguei minha alma, meu coração, todo o meu corpo e toda minha vida a Jesus. Nasci de novo para Cristo e sou muito grata pela oportunidade que Ele me deu.
 Eu poderia ter ficado em casa, ter ignorado aquela sensação, não ter me deixado perceber o quanto eu sentia falta disso e não ter retornado. Mas, Deus é amoroso e misercordioso e me permitiu ter essa chance de novo.
 Talvez, o que estou falando não tenha sentido para quem nunca experimentou essa sensação gostosa de estar tão perto de Deus. Mas, quem já passou por isso sabe que a sensação é única e a felicidade transborda de uma forma indescritível.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.