Cuidado com os "amigos de Jó"!


 O livro de Jó me lembrou de ensinamentos muito importantes. Li os capítulos 4 e 5, nos quais um dos amigos dele o aconselha, mas diz que ele estava pagando por algum pecado que cometeu, por isso estava sofrendo tanto.
 Quem conhece a história de Jó, sabe que ele foi testado, com a permissão de Deus, mas que ele não estava pagando por pecado nenhum, pois era um "homem sincero, reto e temente a Deus; e desviava-se do mal" (Jó 1:1). Mas seus amigos, que foram o ajudar, lhe julgaram injustamente e perderam a paciência com ele, fazendo acusações, pois não entendiam o agir de Deus na vida de Jó.
 Observem que a intenção dos amigos era ajudar e, mesmo assim, erraram em suas palavras. Da mesma forma, muita gente vem até nós com uma real intenção de ajudar, mas acabam, mesmo que sem querer, errando em seus conselhos e julgamentos. Por isso, devemos ter cuidado ao aceitar conselhos e as famosas "críticas construtivas", que, às vezes, não prentendem te ajudar a construir nada.
 É sempre bom lembrar que as pessoas que cresceram com você não conhecem seu interior. As pessoas para quem você conta suas histórias não conseguem sentir o que há dentro de você. As pessoas que moram com você não sabem as lutas interiores que você passa. Nem sequer os seus melhores amigos conseguem enxergar tão profundamente. Portanto, nenhum humano te conhece 100%. Nesse nível, só Deus chega.
 Então, porque não beber diretamente da fonte? Deus te conhece bem e te ama incondicionalmente. A justiça dEle é a que deveria valer. Já li em algum lugar que as pessoas têm na sua vida o poder e a influência que você as dá. E penso que nenhum momento é tarde demais para retirar qualquer poder que você tenha dado a alguém, se isso te incomoda de alguma maneira.
 Por fim, não quero dizer com isso tudo que conselhos são ruins. Alguns ajudam (e como ajudam!). Mas quero dizer que nem todos eles são bons. Que sejamos mais críticos.

Esse texto foi feito no dia 04/10/2019. Postei isso no meu Instagram e resolvi guardar melhor aqui no blog.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.